Julho 31

Ser sinaleiros do amor de Deus na comunidade

O Arcebispo de Perth, na Austrália Ocidental, diz que a Igreja enfrenta enormes desafios para chegar aos jovens com as boas novas, mas há histórias de esperança a surgir entre as suas comunidades.

O Revmo Kay Goldsworthy, foi a primeira mulher a ser ordenada para o episcopado na Austrália em 2008. Agora a dirigir a diocese metropolitana de Perth, no extremo oeste da Austrália, ela supervisiona cerca de 105 paróquias localizadas numa parte vibrante e animada do mundo.

O Arcebispo Kay falou com a equipa da Conferência de Lambeth sobre os desafios que enfrenta, incluindo a reconciliação com o povo indígena da Austrália na sua área e como alcançar a próxima geração com o evangelho.

“Parte da proclamação das boas novas neste momento significa realmente trabalhar através da forma como nós, como igreja, somos capazes de dar passos de reconciliação com os primeiros povos deste país. Na parte do mundo onde vivo, a comunidade aborígene aqui é o povo Whadjuk da Nação Noongar. Estamos a pensar e a agir sobre como podemos promover o nosso papel de reconciliação, reconhecendo os primeiros povos desta terra, e assegurar que o nosso rasto seja suave para o futuro.”

“Falo a partir de um contexto tanto de lamento e arrependimento, como de esperança no futuro. E de um sentido real da misericórdia e da graça de Deus”. Estou numa terra que é antiga, e que tem uma cultura contínua de milhares e milhares e milhares de anos que queremos honrar”. O Arcebispo Kay disse que havia muitas perguntas que a comunidade europeia de comunidades de língua inglesa precisava de se questionar sobre como pedir desculpa, como reparar as injustiças do passado e como apoiar e ouvir o que podem fazer por um mundo melhor e mais brilhante.

Falando de barreiras à fé nas suas comunidades, ela disse que tinha havido uma perda de confiança na Igreja e também uma indiferença por parte de muitíssimos jovens.

“Na Austrália, um de uma série de inquéritos recentes revelou que um grande número de jovens não se sente muito interessado na vida da Igreja. E um professor universitário cunhou uma nova palavra, ‘apaísta’. Eu adoro estas novas palavras! Resume os dois grupos de pessoas, sabe, os apáticos, aqueles que não podiam importar menos, e aqueles que são fortemente ateus na sua postura. A proclamação das boas novas que nós cristãos temos de dar, é nesse contexto para os jovens. Portanto, este tem sido um desafio muito interessante.”

Com quase 20.000 jovens nas escolas da diocese, o Arcebispo Kay disse que estavam focados na missão através das escolas de várias maneiras.

“Esta é uma das formas em que estamos a trabalhar a um nível macro para chegar aos jovens. Há jovens que vivem frequentemente com situações muito complexas em casa ou que vivem sem muita esperança”. Através de várias agências e em paróquias estão a executar programas e oportunidades para envolver os jovens através da oferta de oportunidades, tais como uma instalação de jogos nos seus salões eclesiásticos. O Arcebispo disse que também estão a chegar aos jovens em risco de desalojamento.

“Mas estamos também do lado de jovens que vão ser claramente líderes no futuro”. As paróquias estão a encorajar os jovens a assumir papéis de liderança, a crescerem na sua compreensão de si próprios como discípulos, e a estarem equipados para serem testemunhas da esperança que existe dentro deles.”

“Penso que cada cristão, é um sinal para a vida de Cristo e o convite que Deus quer fazer, e está a fazer nas nossas vidas, para O conhecer e para O seguir, para O tornar conhecido.”

“Tenho sido encorajado pelas diferentes coisas que o clero e os líderes leigos estão a fazer na vida paroquial, incluindo as pessoas que se encontram em áreas muito remotas. Uma das paróquias da nossa diocese fica a sete horas de carro da cidade. Por isso, é um longo caminho”.

Ela explicou que o padre desta cidade mineira em particular tinha feito boas ligações à comunidade, escrevendo semanalmente artigos no jornal local e sendo capelão honorário na escola mineira local, onde os estudantes treinam para vários papéis na comunidade mineira.

“O padre está também cada vez mais ligado à comunidade aborígene. E com aqueles que a rodeiam e acompanham, podem ser sinais das boas novas de que a igreja está a viver como parte do tipo de fermento, suponho, mas como a vida da igreja numa comunidade mais vasta”.

Numa outra paróquia descobriram que haviam imensos jovens que tinham vindo do estrangeiro e por isso decidiram oferecer-lhes cursos de inglês como segunda língua.

O Arcebispo explicou: “Ao fazerem isto, descobriram que haviam imensas pessoas que tinham sido libertadas da prisão e que tinham entrado na comunidade como refugiados. Haviam chegado em busca de amizade, procurando comunidade e procurando apoio. Quando começaram a aprender inglês, e foram apoiados pelo povo na vida daquela comunidade paroquial, ouviram as boas novas de Jesus, e alguns deles converteram-se ao cristianismo. Através disto, cresceu uma congregação que fala a língua farsi!”

“Estas histórias são para mim uma inspiração. Há algumas semanas atrás, estive numa igreja paroquial onde todas as sextas-feiras é servido um almoço comunitário. Sentei-me ao lado de algumas pessoas para quem o facto de estar sem abrigo tinha sido uma grande parte da sua história.” O Arcebispo Kay descobriu que muitos dos participantes no almoço tinham vindo de situações complexas, incluindo o abuso de substâncias ou dependências de drogas e álcool.

“Esta prestação de cuidados através da alimentação é a história de Jesus, que frequentemente partilhava a comida com pessoas que não sabiam como colocar um pé dentro de um espaço religioso. No entanto, este espaço religioso tinha-se aberto e enfrentado a comunidade, para que as pessoas encontrassem para si próprias, nova esperança, novo coração, e novas formas de responder a Deus nas suas vidas.”


Tags

BC-July21-POR


You may also like

POR – December post 1

POR – December post 1

POR – December Scenesetting

POR – December Scenesetting
{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}

Subscribe to our updates now

Enter your details below and we'll keep you in touch with the conference as well as sharing resources and news about the event.