Capelania de aeroporto se prepara para proporcionar um ‘pouso suave’ a bispos e bispas

  • Março 2, 2020

Capelania de aeroporto se prepara para proporcionar um ‘pouso suave’ a bispos e bispas

  • Março 2, 2020

Os cerca de 600 bispos(as) e seus cônjuges que viajarão para o Reino Unido neste verão terão boas-vindas calorosas graças a uma equipe de capelães e capelãs de aeroporto Anglicanos que estarão prontos para receber a todos.

Jean Hurlston e Bill Raines, capelã e capelão, ambos baseados no aeroporto de Manchester, fazem parte da equipe responsável pelas boas-vindas aos visitantes Anglicanos internacionais que virão em julho.

Jean Hurlston é capelã de aeroporto há cinco anos. Embora quase nunca voe ou saia de férias, ela se transferiu para a capelania do aeroporto porque adora estar com as pessoas.

“É como ter uma congregação do tamanho de uma cidade pequena”, disse ela. “As pessoas costumam me perguntar sobre o trabalho; elas se perguntam o que fazemos. De fato, andamos muito – vagamos estrategicamente. Procuramos pessoas vulneráveis, pessoas que perderam aviões e estão angustiadas… Há pessoas que não puderam entrar em um avião por uma razão ou outra e precisam de algum apoio pastoral”.

Os dois capelães consideram que estão lá principalmente para assistir aos milhares de funcionários que trabalham no aeroporto, mas também ajudam os passageiros.

Bill Raines disse: “Quando encontramos passageiros(as), geralmente é por algo negativo. Eles podem ter perdido seu dinheiro, perdido um voo, sido assaltados(as) ou testemunharam uma morte a bordo”.

“Podemos ser úteis para facilitar as coisas… para ajudar as coisas a avançar sem que seja uma ação oficial do aeroporto.”

Neste verão, Bill disse que serão criados espaços nos aeroportos para dar as boas-vindas aos bispos, bispas e cônjuges que chegarão para a Lambeth Conference.

“Espero que a maioria dos bispos e bispas Anglicanos(as) consiga passar pelo aeroporto sem ajuda – nosso papel é fornecer um ponto de encontro central”, disse Bill. “Queremos estabelecer um espaço onde os(as) bispos(as) que chegam possam ter um lugar para relaxar, tomar um chá ou café e comer um sanduíche antes de seguirem seu caminho”.

“Em termos de conferências Anglicanas, esta é uma das grandes”, explica. “A Lambeth Conference é algo raro! Este é um ponto de crescimento real, pois há pessoas que não têm tanto contato e talvez só saibam umas das outras por meio de declarações de imprensa emitidas entre si ou algo do tipo. De repente, eles têm a chance de formar relacionamentos significativos.

“Uma grande parte do que os(as) bispos(as) fazem tem a ver com relacionamentos pessoais, e muito da teologia de fato é intimamente ligada aos relacionamentos pessoais, de modo que só o bem resulta da Lambeth Conference.”