Devemos salvar a nossa casa comum – Amal Sarah partilha as suas reflexões sobre o Chamado de Lambeth sobre o Ambiente e o Desenvolvimento Sustentável

O nosso mundo criado por Deus é belo, que nos deu o domínio e nos protegeu de todo o mal – mas nós, humanos, deteriorámo-lo. O Chamado de Lambeth sobre o Ambiente e o Desenvolvimento Sustentável surgiu como uma esperança para a Igreja no Paquistão e em todo o mundo de que ainda temos esperança e tempo para salvar o nosso planeta. É um princípio orientador, que combina a palavra de Deus em relação a descrever como a tripla crise ambiental das alterações climáticas, a perda de biodiversidade e a poluição desfiguraram a beleza da Terra.

As palavras que me confrontaram foram o facto de termos manipulado a palavra “domínio”. Como seres humanos, procuramos o poder e, quando nos é dado domínio sobre algo, não conseguimos controlar-nos. Deus diz em Jeremias 5:22: “Não temereis diante de mim, que pus a areia por limite ao mar, por ordenança eterna, que ele não traspassará?”. Ele criou a areia para que as águas do mar não a atravessassem, mas as actividades antropogénicas fizeram com que essas fronteiras dessem lugar a tsunamis, furacões e inundações, destruindo vidas de quem vivia nas proximidades, arrebatando-lhes os meios de subsistência, as casas e até as vidas.

Sou Anglicano e cresci no Paquistão, um país onde as alterações climáticas têm tido um impacto grande e adverso. Mas as pessoas não têm consciência desta ameaça global, exceto as que têm o privilégio de receber educação. Isto é um desafio. A própria comunidade cristã vive à margem da sociedade, esforçando-se todos os dias por ganhar um sustento respeitável para as suas famílias. A natureza inclusiva do Chamado de Lambeth é uma forma de a Igreja de Deus dar o exemplo no mundo de Deus, onde coexistem pessoas de todas as origens religiosas e sociais. É um documento padrão que precisa de ser implementado em pleno espírito. As igrejas receberam uma chave para incluir o cuidado da criação nas suas actividades e sermões.

A agenda de Lambeth para o Ambiente e o Desenvolvimento Sustentável é um Apelo de mordomia e discipulado de Deus porque devemos salvar a nossa Casa Comum com todas as possibilidades e recursos que pudermos. O Chamado de Lambeth convida-nos a todos a sermos uma união, onde o nosso ato comum deve ser a realização das nossas responsabilidades individuais e comunitárias para minimizar o consumo de combustíveis fósseis e mudar para energias renováveis, plantar árvores, reflorestar, reduzir a pegada de carbono e a poluição.

Informação de Apoio

Amal Sarah Diocese de Raiwind – Igreja do Paquistão

Leia o Chamado de Lambeth sobre Ambiente e Desenvolvimento Sustentável na íntegra aqui.

Descubra como pode espalhar o Chamado de Lambeth no seu meio aqui.

 

open to all:
the Phase 3 webinars