SAS3.PNG

Recursos

Recursos para uso nos cultos da conferência, discussões e momentos de estudo da Bíblia estão sendo desenvolvidos. Alguns deles serão disponibilizados para download para uso público mais amplo. Os detalhes serão anunciados em data mais próxima da conferência.

Seminário Santo Agostinho

Um grupo internacional de 35 eruditos do Novo Testamento da Igreja Anglicana e outras Igrejas ao redor do mundo estão reuniu no Palácio de Lambeth em novembro de 2018 para o Seminário de Santo Agostinho. O Seminário, e seu trabalho em andamento, lançarão as bases teológicas para a Conferência de Lambeth, enquanto preparam material em torno da primeira epístola de Pedro.

Os acadêmicos foram selecionados da Austrália, Botsuana, Brasil, Canadá, China, Colômbia, Egito, Índia, Irlanda, Quênia, Nigéria, Filipinas, Cingapura, África do Sul, Suíça, Reino Unido e Estados Unidos.

O seminário será convocado pela professora Jennifer Strawbridge, professora associada de Estudos do Novo Testamento no Mansfield College, na Universidade de Oxford.

Pixabay_Bible-study.jpg

“O livro de 1 Pedro é um dos meus favoritos. Há tanto nele que é pertinente para a Igreja, para o mundo, para os tempos em que vivemos e para nós, enquanto buscamos orientação para a Comunhão Anglicana nos próximos anos.”

Arcebispo Justin Welby

O Seminário foi financiado pela Fundação Santo Agostinho, um órgão beneficente de doações vinculadas à Catedral de Cantuária, que existe para apoiar a educação teológica na Comunhão Anglicana. O grupo elaborará o pensamento crítico para ajudar a moldar os estudos bíblicos e outros aspectos da Conferência de Lambeth. Após a reunião inicial em novembro, um grupo menor se reunirá no Palácio de Lambeth em maio de 2019 para reunir recursos.

Este encontro terá um papel significativo à medida que buscamos a sabedoria de Deus no desenvolvimento e refinamento de temas para a Conferência de Lambeth”, disse o arcebispo de Cantuária, Justin Welby.

“O livro de 1 Pedro é um dos meus favoritos. Há tanto nele que é pertinente para a Igreja, para o mundo, para os tempos em que vivemos e para nós, enquanto buscamos orientação para a Comunhão Anglicana nos próximos anos.

“A perícia e percepção dos teólogos que se reúnem serão vitais para informar o pensamento em áreas como as exposições diárias da Bíblia, estudos bíblicos em grupo e homilias. Eu oro para que esse seja um momento estimulante e emocionante juntos.”